PARTILHAR

Resumo
A gestão da área da Segurança e Saúde do Trabalho “SST” / Saúde, Higiene e Segurança do Trabalho “SHST” é uma área cada vez mais entendida como importante, e tendo em conta que havendo uma sua “boa” gestão traz vantagens no âmbito geral de gestão organizacional – conceito reiterado pela Agência Europeia da Segurança e Saúde no Trabalho.
Empresas prestadoras de serviços no sector da construção industrial em Portugal foram o objeto de estudo do presente trabalho sendo que este demonstra deficit ao nível de estudos de natureza académica e outros.
Pretende-se com este estudo identificar fatores limitadores e potenciadores respeitantes à área da SHST que influenciam a gestão organizacional e, consequentemente, como as organizações prestadoras de serviços no sector da construção industrial em Portugal priorizam os fatores de gestão SST/SHST identificados no presente estudo.
A metodologia principal consistiu no desenvolvimento e aplicação de um questionário, de forma a ter uma perceção do que as empresas participantes do estudo vs. colaboradores da área SHST das mesmas pensam sobre os onze fatores de gestão SHST identificados no estudo, no sentido de avaliar a sua importância, e até que ponto se pode afirmar que existem tendências face a um conjunto de fatores de gestão SHST. Os onze fatores de gestão SST/SHST são: Gestão de Recursos Humanos, Gestão de Recursos Materiais/Equipamentos, Gestão de Recursos Técnicos, Liderança, Comunicação, Planeamento, Objetivos, Estratégia, Gestão de Recursos Financeiros, Sistemas de Gestão SST e Avaliação do Desempenho SHST.
Uma das principais conclusões deste estudo aponta para a demonstração da importância dada pela amostra do estudo, a todos os fatores de gestão SST/SHST identificados no mesmo. Conseguindo obter-se também uma hierarquização dos fatores SST/SHST identificados no estudo em termos de importância na gestão SST/SHST/gestão organizacional.
Foi elaborada uma proposta com um conjunto de medidas de gestão SST/SHST assente nos onze fatores de gestão identificados no instrumento de estudo – questionário, que procura apoiar, ajudar a melhorar o desempenho das organizações prestadoras de serviços no sector da construção industrial em Portugal.
O desenvolvimento deste estudo permite relacionar entre si vários temas de fundo, a gestão SST/SHST com enfoque na análise efetuada aos fatores de gestão SST/SHST identificados e aplicados no instrumento de estudo, e as empresas prestadoras de serviços no sector da construção industrial em Portugal.
É um estudo de natureza académica que pretende contribuir com matéria relevante numa área especifica em que existe deficit e, com isso, apoiar de algum modo as organizações a conseguirem melhores desempenhos na área SHST e, consequentemente, melhores desempenhos de gestão organizacional global.

“(…) qualquer empreendimento que só será sustentável (economicamente viável, ambientalmente correto, e socialmente justo) se este não focar os olhos nos seus colaboradores.”

Palavras-chave
Gestão SST/SHST, Organizações Prestadoras de Serviços, Construção Industrial, Fatores de gestão SST/SHST.

Introdução
A área da Saúde, Higiene e Segurança do Trabalho tem cada vez mais impacto na vida das Organizações.
É uma área importante e antiga na gestão empresarial, uma vez que não se deve dissociar a boa gestão empresarial de um processo produtivo seguro, nem de qualquer empreendimento que só será sustentável (economicamente viável, ambientalmente correto, e socialmente justo) se este não focar os olhos nos seus colaboradores.
Uma gestão eficaz da Saúde e Segurança no Trabalho é um dos principais fatores de êxito duradouro de qualquer empresa [1].
A gestão da área da SHST no sector da construção industrial em Portugal assumindo as organizações suas constituintes o papel de prestadores de serviços é o âmbito deste estudo, com enfoque na identificação dos fatores limitadores ou potenciadores que influenciam a gestão global organizacional.
O caso da construção onde as organizações prestadoras de serviços são o garante do mesmo, estas estão inseridas num contexto específico de gestão da área SHST tendo em conta a influência de vários fatores, por exemplo, a pluralidade de lógicas de gestão empresarial das várias empresas parceiras que desenvolvem um determinado trabalho/projeto.

Para continuar a ler, faça já a sua assinatura.

assinatura

DEIXE UM COMENTÁRIO