PARTILHAR

Quatro pessoas morrem em praias portuguesas no arranque da época balnear
Costa da Caparica, Nazaré e Póvoa de Varzim foram palco dos incidentes. Nas três praias a vigilância começa apenas em Junho.
Um homem de 31 anos, um casal de septuagenários e uma mulher de cerca de 60 anos morreram nesta segunda-feira afogados em praias portuguesas. Os incidentes aconteceram na praia da Rainha, na Costa da Caparica, na Nazaré e na praia da lagoa, na Póvoa de Varzim, praias onde os nadadores-salvadores entram ao serviço apenas no próximo mês. A época balnear pode começar formalmente a partir do dia 1 de Maio, mas só cerca de uma dezena de praias do concelho de Cascais iniciam as actividades neste dia do ano.
Os dois primeiros incidentes aconteceram ao início da tarde desta segunda-feira. O primeiro alerta foi dado cerca das 13h, na Costa da Caparica. As autoridades foram alertadas para o facto de estarem três pessoas no mar em dificuldades. Segundo fonte do Instituto de Socorros a Náufragos (ISN), seriam dois homens, um de 26 e outro de 31 anos, e uma mulher, de 26 anos, que se terão afastado da costa “mais do que o que seria normal”.
Ao PÚBLICO, Jorge Paulo, o segundo comandante dos bombeiros de Cacilhas – que também foram chamados ao local, juntamente com meios do ISN e da Polícia Marítima – afirmou que o homem mais velho entrou no mar para auxiliar uma das outras duas pessoas. Acabou por ser um grupo de surfistas no local a retirar os três sinistrados das águas. Quando os meios de salvamento chegaram ao local, as duas pessoas de 26 anos encontravam-se em situação de hipotermia. Já o homem de 31 anos estava em paragem cardiorrespiratória. De acordo com fonte dos bombeiros, foi transportado para o Hospital Garcia da Orta, em Almada, tendo sido feitas várias manobras de reanimação, mas acabaria por falecer naquela unidade de saúde.

Casal de turistas
Às 14h, o ISN recebeu outro alerta de afogamento, desta feita na praia da Nazaré. As vítimas era um casal de turistas espanhóis que se encontrava junto à zona de rebentação das ondas e que terá sido arrastado para dentro de água. As equipas de salvamento mobilizadas para o local pelo ISN e Polícia Marítima encontraram a mulher, de 75 anos, já sem vida. O homem, dois anos mais velho, esteve desaparecido, sendo o seu corpo encontrado cerca das 16h30.

Para continuar a ler, faça já a sua assinatura.

assinatura

DEIXE UM COMENTÁRIO