PARTILHAR

Tópicos
Instrumentos políticos Cenários ambientais

Os dados europeus sobre o ambiente têm sofrido alterações consideráveis ao longo das últimas quatro décadas. A complexa natureza da degradação ambiental só pode ser apreendida através de uma análise mais sistémica, baseada em dados pertinentes. Este tipo de análises tem registado, nos últimos anos, uma integração crescente no método de trabalho da Agência Europeia do Ambiente. A AEA prosseguirá os seus esforços de identificação de questões emergentes, continuando ainda a contribuir para o conhecimento europeu em matéria de ambiente.
Passaram mais de quatro décadas desde que os primeiros diplomas legislativos em matéria de ambiente entraram em vigor na União Europeia (UE). Desde então, os Estados‑Membros da UE têm coligido e comunicado regularmente dados comparáveis que tocam uma vasta série de problemáticas ambientais, desde as concentrações horárias de poluentes nas cidades às avaliações sazonais da qualidade das águas balneares. São também monitorizadas as emissões de gases com efeito de estufa, o consumo energético, os poluentes industriais, a dimensão e localização das áreas protegidas, entre outros. Este fluxo de dados é essencial para acompanhar a evolução da situação e assegurar uma implementação eficaz da legislação ambiental.
Durante este período, têm‑se verificado progressos surpreendentes na tecnologia utilizada para a recolha, comunicação e análise dos dados ambientais. Neste momento, é possível coligir, armazenar e processar grandes quantidades de dados. É também possível interligar diversos fluxos de dados para obter análises cada vez mais precisas sobre o que está a acontecer e porquê. Os modelos permitem estimar os impactos da poluição atmosférica comparando localmente as concentrações de poluentes atmosféricos com a densidade populacional. Os dados obtidos por satélite, incluindo os provenientes do programa Copernicus, o programa europeu para a observação da Terra, podem ser combinados com os dados obtidos através dos equipamentos de monitorização localizados em terra e no mar. Hoje em dia, é possível estimar os impactos atuais e futuros da degradação ambiental e das alterações climáticas.

DEIXE UM COMENTÁRIO